A Arte afro-brasileira além da origem étnica

Autores

  • Kellison Lima Cavalcante Instituto Federal do Sertão Pernambucano

Resumo

Ao longo da história da sociedade brasileira, a contribuição dos artistas negros foi negligenciada, onde omitiram nossas heranças artísticas. Assim, esse trabalho tem como objetivo realizar um levantamento conceitual sobre a presença do artista afro-descendente na história da arte brasileira através de uma pesquisa bibliográfica de materiais publicados sobre a temática. Nesse sentido, a arte afro-brasileira se potencializou e se firmou a partir da criticidade social, bem como a percepção de mundo e de pertencimento, destacando a criatividade e técnica do negro. É possível entender a arte afro-brasileira a partir da representatividade e expressividade em um campo de questões sociais, delineada pelas especificidades da cultura brasileira. A pesquisa faz uma reflexão essencial a partir da importância da arte afro-brasileira.

Referências

ARAÚJO, Emanoel. Menino com cataventos. 1964. Disponível em: https://www.leilaodearte.com/obras/emanoel-araujo-menino-com-cataventos-xilogravura- 24669.jpg. Acesso em 21 fev. 2021.

ARAÚJO, Emanoel. Máscara. 1976. Disponível em: https://fcs.mg.gov.br/wp- content/uploads/2021/05/Imagem-para-o-site-1-Mascara-Emanoel-Araujo.jpg. Acesso em 21 fev. 2021.

DIAS, Caetano. Delírios de Catharina. 2017. Disponível em: https://caetanodias.files.wordpress.com/2015/04/caetano-dias_delc3adrio-de- catharina_051.jpg. Acesso em 21 fev. 2021.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 200 p.

GONÇALVES, Fernando do Nascimento. Comunicação, cultura e arte contemporânea.

Contemporânea, n. 8, 2007.

HERÁCLITO, Ayrson. Transmutação da carne. 2015. Disponível em: https://www.sp- arte.com/app/uploads/2018/11/ayrson-heraclito-mg-2953-foto-christian-cravo-1760x2640.jpg. Acesso em 21 fev. 2021.

LACERDA, Eva Alves; TERUYA, Teresa Kazuko. Arte afro-brasileira: delineamentos e questões. OuvirOuVer, v. 16, n. 1, p. 142-158, jan./jun. 2020.

LIMA, Daniel. Zumbi somos nós. 2007. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=jVHmoqHciD8. Acesso em 21 fev. 2021.

MATTOS, Nelma Cristina Silva Barbosa de. A arte visual afro-brasileira: considerações sobre um novo capítulo no ensino da arte. Revista Eixo, v. 6, n. 2 (Especial), p. 90-96, nov. 2017.

MATTOS, Nelma Cristina Silva Barbosa de. Arte afrobrasileira: contornos dinâmicos de um conceito. DAPesquisa, v. 9, n. 11, p. 119-133, 2014.

MUNANGA, Kabengele. Arte afro-brasileira: o que é afinal? Paralaxe, v. 6, n. 1, p. 5-23, 2019.

OCA, Guto. Luz negra. 2019. Disponível em: https://issuu.com/pinacotecaufpb/docs/guto_oca. Acesso em: 21 fev. 2021.

OCA, Guto. Miopia racial. 2020. Disponível em: https://issuu.com/pinacotecaufpb/docs/guto_oca. Acesso em: 21 fev. 2021.

SALUM, Marta Heloísa Leuba. Vistas sobre arte africana no Brasil; lampejos na pista da autoria oculta de objetos afro-brasileiros em museus. Anais do Museu Paulista, v. 25, n. 2, p. 163-201, maio/ago. 2017.

SILVA, Rita de Cássia Alves Lotti. A arte afro-brasileira. Fragmentos de Cultura, v. 18, n.3/4, p. 313-328, mar./abr. 2008.

ZACCARA, Madalena. História da arte no Brasil. Recife: Unidade Acadêmica de Educação a Distância e Tecnologia/UFRPE, 2012.

Downloads

Publicado

2022-09-08